PROCURE EM SUA LOCADORA

Webnode

É com muito orgulho, que a equipe de produção do filme,

informa que City Down foi lançado pela  distribuidora VINNY FILMES.

Procure na locadora de sua preferência..

A VINNY FILMES foi a distribuidora em DVD

do filme Tropa de Elite 2.

SÃO INÚMEROS OS SITES QUE FAZEM PIRATARIA DE FILMES P/ DOWNLOAD,

MAS EM ALGUNS VOCÊ ENCONTRA UMA CAPA QUE NÃO CORRESPONDE.

ESTA CAPA ACIMA, É A VERDADEIRA CAPA DO FILME CITY DOWN.

 

FILME CITYDOWN EXIBIDO NO PALÁCIO DO PLANALTO

Na parte da tarde, às 14 horas, no auditório do anexo I do Palácio do Planalto, foi realizado o Cine Planalto Especial, com a apresentação do filme City Down – A História de um Diferente. 

Após o filme, o diretor José Mattos e a assistente de direção Grace Ferreira participaram de um bate-papo com o público presente.

A Mobilização pelo Dia de Luta das Pessoas com Deficiência se insere nas ações do Programa de Inclusão de Pessoas com Deficiência na Presidência da República

www.unicredpelotas.com.br                                           www.marvelsul.com.br

                                      www.macroatacadokrolow.com.br

EM  "NOVIDADES"  LEIA SOBRE A EXIBIÇÃO DO FILME CITYDOWN

DIA 21 DE MARÇO NO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, EM BRASÍLIA.

Os diretores José Mattos e P.C. Nogueira foram convidados a participar

do programa "Hoje em Dia", da TV Record, em São Paulo.

Aqui a foto dos diretores com os apresentadores do programa no estúdio.

 

ABAIXO, ASSISTA NA ÍNTEGRA MATÉRIA EXIBIDA NO PROGRAMA

"HOJE EM DIA" DA RECORD, SOBRE O FILME CITYDOWN

 

É com orgulho e muita alegria que os diretores José Mattos e Paulo Cesar Nogueira comunicam  que a banda ROSA DE SARON firma parceria liberando a música MUITOS CHORAM - do album Acustico - como música tema do filme.

Desde já os diretores agradecem a banda ROSA DE SARON.

REPORTAGEM DO TELE-DOMINGO

 

Reportagem RBS TV Pelotas

 

Reportagem Jornal da Nativa Pelotas

filme Citydown

ASSISTA AO NOVO VÍDEO NA GALERIA DE FOTOS

Vídeo de divulgação do filme CITY DOWN 


Get a Voki now!

 

Bem-vindo ao nosso site

 

Um mundo down? Esta é a proposta da Associação Pelotense de Cinema Independente (Cinepel), dando início à produção

de um longa-metragem onde a realidade é vista sob o ponto de vista dos portadores da Síndrome de Down.

Um filme de José Mattos, com direção de José Mattos e P.C. Nogueira,   tem apenas um personagem não portador da síndrome.

 

 

Sobre o filme CITY DOWN - A história de um diferente

 

Um dia você acorda, levanta, sai à rua. De repente, como um passe de mágica, se dá conta de que tudo está diferente. Diferente de você. Você é o diferente, agora. As pessoas, que exibem outras feições, lhe acham estranho. Não sabem muito bem como lidar ou o que esperar da sua personalidade - pensam isso, aliás, sem saber que a aparência nada tem a ver com personalidade. A partir daí você travará uma batalha contra um forte inimigo: o preconceito. Mas, se quiser, aí vai um segredo: ele é vencível. Pelo menos é nisso que acreditam José Mattos, e Paulo César Nogueira . Através da produtora Cinepel, o trio trabalha agora em um novo filme que trata sobre as diferenças - e como humanizá-las a favor da igualdade.

A situação descrita acima é um convite à imaginação; não é de verdade, obviamente. Mas, para milhares de pessoas, essa é a descrição fiel do cotidiano. Portadores da síndrome de down, cujos traços faciais não escondem a alteração genética, vivem e revivem diariamente a mesma sensação que você tentou experimentar há um minuto, caso tenha se deixado levar pelo convite. É essa inversão de papéis a grande sacada da produção do Cinepel; com um elenco 100%  preenchido com atores down, a trama apresenta as dificuldades enfrentadas por um personagem que nasce sem a síndrome em uma sociedade totalmente down.

A ideia pioneira surgiu de José Mattos.  ‘Pensamos em um mundo down, onde o normal é o diferente.  Segundo Mattos, a história é baseada no apego das pessoas aos aspectos visuais. E, por isso, o impacto de ver o mundo ao contrário possa ser ainda maior: “Quem assistir vai se identificar visualmente com o personagem sem a síndrome e, quem sabe, entenda o drama de ser tratado como diferente.”

Elenco especial
Para construir o mundo fictício, a equipe vai convocar um elenco de quase cem pessoas com down. Os protagonistas retratarão uma família com pai, mãe e dois filhos - todos normais, ou seja, portadores da síndrome. Até que uma gravidez inesperada faz nascer um filho diferente, o que causa transtorno dentro de casa. Este núcleo principal foi escalado  em parceria com a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Pelotas.


No processo de composição de elenco, Mattos valoriza a presença das famílias no incentivo à participação dos especiais: “Os pais são muito importantes nesse processo. Eles devem dar apoio ao lado artístico. Os Down são, na maioria das vezes, artistas natos. São glamourosos e vaidosos, gostam de aparecer. Para nós será um grande aprendizado”.

A parceria com a Escola de Especiais "AUTONOMIA DO SER" vai além do apoio à seleção de atores. A entidade, representada pela profissional Grace Ferreira, levou seu conhecimento na área para ajudar durante a produção do filme.

A vitória da igualdade
“O preconceito é mais físico do que qualquer outro. Ele começa quando tu olhas e vês alguém que não é como tu”, avalia Mattos, que garante que o foco da história se fixará no tratamento das diferenças - e não na síndrome em si. Para isso, a equipe já faz questão de ressaltar: não se trata de um filme educativo sobre pessoas especiais. Trata, isso sim, das dificuldades enfrentadas pelo incomum.

“A trama terá humor, suspense e drama. Queremos provocar as pessoas. Tentaremos fazer com que o espectador esqueça o visual e mergulhe no emocional da cena”, define o roteirista. Assim que fizer o público se render a esse mergulho, Mattos prevê que o filme será como uma redenção das pessoas excepcionais. “Será a vitória deles, vitória do elenco que conseguirá colocar o filme de pé. Darão seu recado sem precisar falar da síndrome. Acredito que eles darão um grande passo.”

Contato
www.cinepel.webnode.com
Informações: (53) 9946-1807 ou mattoscinepel@yahoo.com.br

Pelotas / RS

 

BANDA CITYDOWN

música Magnífica Criação

Trilha do filme CITYDOWN

 

 

A banda do Distrito Federal é hoje formada por:
Gilson Fill: Batera e vocal
Anderson: Violão, Teclado e voz
Jean: Baixo e violão.
Participação especial: Carmon na segunda versão de “Magnífica Criação”

                    VEJA AQUI NOTÍCIAS SOBRE FILMES